Hannibal e a pirataria!

Bom dia, bom dia

Como estais fiéis leitores? Eu cá não estou bem! Não é que cancelaram Hannibal? Mas este pessoal está tolo ou quê?

As razões dadas pela NBC recaem nos elevados custos e na baixa audiência que a série televisiva tinha. Há ainda quem dê teorias que um dos principais motivos ser a falta de direitos e a falha nas negociações para o aparecimento da agente Starling na temporada 4.

Se esta teoria for a verdadeira razão, caímos num problema atual que se chama “direitos”. Os direitos têm sido uma dor de cabeça para diversos canais, produtoras e distribuidoras. Porque infelizmente depois de vendidos eles pertencem ao seu comprador. Eu sei que as coisas são assim e que se eu compro uma coisa ela é minha e de mais ninguém. Mas se eu não a uso e alguém lhe pode dar um bom uso, esta coisa não deveria ser transmissível? Na minha opinião sim. Principalmente quando falamos de histórias e personagens em filmes. Apesar de já se começarem a fazer apenas contratos por pequenos períodos de tempo, alguns contratos eternos foram feitos sobre algumas histórias e personagens bem conhecidas. Hannibal poderá ter sido a sua mais recente vítima, porque quer queiramos quer não (principalmente para quem leu os livros ou viu os filmes) a agente Starling é uma peça fundamental no desenrolar da história. Mas sinceramente acho que não foi isto que matou Hannibal, eu acho que o distribuidor tem razão, e o que matou Hannibal foi mesmo o elevado custo em relação às audiências que tinha. Mas como se milhões de pessoas em todo o mundo seguem a série? Sim, isso mesmo, a pirataria poderá ter feito a sua primeira vítima. Ninguém que segue séries e filmes pode afirmar que não faz pirataria nenhuma. Todos nós fazemos porque queremos ter acesso aos conteúdos mais recentes, mas nenhum de nós pensa no real prejuízo que traz a uma série. Eu, por exemplo prefiro neste momento pagar e ter os conteúdos disponíveis com qualidade decente e saber que estou a contribuir para o bom desenvolvimento da indústria do entretenimento. Hannibal não é a primeira série a ser cancelada por falta de audiência, Firefly e Rome eram duas séries adoradas e que foram também prematuramente canceladas, no entanto estas existiram numa era em que o fenómeno das séries de TV não era tão acentuado. Assim tenho acesso a Game of Thrones à segunda feira (um dia após estrear nos Estados Unidos), Walking Dead também um dia após estrear nos Estados Unidos e vou muitas vezes ao cinema. Parecem pequenas coisas, e muitos hão de dizer que não é o meu dinheiro que faz diferença, mas é.

Felizmente a partir do final deste ano o NETFLIX entrará no nosso país! e aconselho toda a gente a aderir. Não são pelo vasto conteúdo a que vão ter acesso, mas pelo apoio que dão à indústria do entretenimento. Por cada música que ouvem no spotify, por cada filme que vêm no NETFLIX, os autores recebem um certo valor. Por isso usem merdas legais que todos lucramos com isso.

SPOILER ALERT (Game of Thrones): Cá para mim e para ficarem descansados, Hannibal vai ser o Jon Snow das séries, todos sabemos que morreu, mas todos ainda temos uma forte esperança que volte! xD

END OF SPOILER

Como estamos numa semana LGBT, aconselho todos a ver um filme onde esse tema é muito forte, por isso aqui fica o filme.

Philadelphia

Um verdadeiro drama sobre os tempos onde ser gay era visto como um problema.

Interpretações: 8/10

História: 8/10

Produção: 7/10

Nota Final: 8/10

Adeus, Adeus

Tomate de Ferreiros

Os 5 factores a ter em conta quando se escolhe um filme para ver com os pais.

Bom dia, Bom dia

 Eu sei que é quinta, mas hoje o tomate é ferreirense, e como tal trouxe um tema bem cinematográfico para partilhar convosco.

Já alguma vez viram filmes com os vossos pais? Eu já vi muitos e muitas vezes alguns filmes conseguem proporcionar momentos muito constrangedores e criar discussões sobre a veracidade ou qualidade de um filme. Por isso se vocês estão no grande dilema da escolha de um filme que agrada a todos (e os vossos pais não são daqueles que adormecem nos primeiros 10 minutos do filme), vou-vos presentear com um guia intitulado: “Os 5 principais factores a ter em conta quando se escolhe um filme para ver em família numa sexta feira à noite”. Atenção, este estudo sério é puramente baseado numa amostra de 2 pessoas, na casa dos 50 que não são muito entendidos em ciências, mas que percebem da vida em geral.

1. Filmes sobre aventuras no espaço ou ficção cientifica.

Pois é, aqui está o primeiro factor. Se são “homens” da “ciência” como eu, devo-vos avisar que vão passar um mau bocado. Primeiro vão questionar tudo o que se passa no filme e vão dizer que não faz sentido. Depois vão começar a entrar na parte “cientifica” e começam a duvidar de conceitos como “anos-luz”, “teorias da relatividade”, “buracos negros” e cenas do género, alegando que  na bíblia não tem nada disso escrito…

O ultimo que vi com eles foi o “Interstellar” por isso devem imaginar o quão fui sofrendo ao longo do filme com afirmações como “Que estupidez”, “Este filme não tem lógica nenhuma”, “Como se fosse possível ir a outro planeta”. Um conselho, não discutam ciência e religião com pessoas mais velhas que vocês.

2. Filmes que vocês pessoalmente gostaram.

Se vocês gostaram de um filme, então muito provavelmente os vossos pais vão arranjar mil e uma críticas ao filme. E por vezes até vos podem convencer que afinal o filme não é o que vocês pensavam. Como os pais são uma raça, que geralmente comenta o que não gosta e o que gosta, mais tarde ou mais cedo eles vão mandar uma crítica a uma personagem ou a uma plot hole no filme e vocês vão tentar explicar ou defender e lá no fundo no fundo só vão conseguir discutir um bocadinho e perder 5 a 10 minutos do filme. Comédias que vocês gostaram podem também ser filmes muito perigosos para ver com os pais, lembrem-se sempre, algumas piadas em alguns filmes são demasiado negras ou porcas para os vossos pais se rirem, por isso o Ted nunca é um bom filme para ver em família. Um conselho, vejam filmes que vocês gostam com pessoas da vossa idade e com os mesmo ideais que vocês.

3. Filmes com muitas cenas de sexo.

O clássico dos clássicos! Antes de escolherem um filme informem-se sobre a quantidade de sexualidade e cenas impróprias para menores de 18 que este contém. Quando essas cenas começarem, acreditem em mim, vai sempre surgir um awkward silence, vocês não vão querer olhar para a cara dos vossos pais, nem ninguém vai comentar nada do que o filme vos está a oferecer. Se o filme tiver uma ou outra cena de sexo não é crítico, desde que esta não demore mais de 2/3 minutos. Um conselho, evitem ver o Nymphomaniac em família.

4. Filmes de terror.

Nem tentem, é um conselho muito sério. Eles vão criticar o filme o tempo todo! Vão dizer que os atores são maus, que a história é péssima e que as principais cenas do filme são muito falsas. Vão-vos culpar ainda por terem posto o filme, vão-vos culpar por todos os sustos que apanham e provavelmente vão desistir de ver o filme a meio e vão dormir mais cedo. No dia a seguir vão ainda ser culpados por eles não terem dormido bem. Além disso nas cenas mais assustadores, por muito que soltemos uma pinguinha, temos sempre que dar uma noção de forte e de que o filme não nos afeta. Um conselho, vejam sozinhos que dá uma adrenalina do c***lho.

5. Filmes com histórias dramáticas demasiado intensas.

Se há coisa que ninguém consegue ver, são os nossos pais com uma lágrima no canto do olho. Por isso pensem bem no filme que vão escolher! Pois estamos perante o efeito bola de neve, caso algum deles comece a chorar a mim dá-me sempre vontade de chorar também, e além de perder toda a minha masculinidade faz a nossa sala parecer um encontro anual de carpideiras (googlem isto). Um conselho, guardem estes dramas para ver com as namoradas, pode ser que lucrem.

Conclusão, digam aos vossos pais para escolherem os filmes, é mais seguro e a culpa vai sempre ser deles! O unico problema é que vão acabar a ver um filme do Steven Seagal porque esses é que são bons! Vá, por hoje está tudo, fiquem só com o filme da semana.

Capturar

The Kings of Summer

Um drama sobre 3 rapazes que decidem mudar a vida durante um verão.

Interpretações: 8/10

História: 8/10

Produção: 7/10

Nota Final: 8/10

Adeus, Adeus

Tomate de Ferreiros

Precisas de motivação? o Shia fez o vídeo que te convence a fazer tudo!

Boa tarde, boa tarde tomatinhos!

Hoje temos um plot twist para vocês! Não é ao nível do pessoal corrupto na FIFA ou mesmo do Jesus no Sporting como é óbvio. Aliás, por falar nesse “Judas” (ou pelo menos é assim que alguns o conhecem) eu ainda preciso de o ver com um cachecol verde para acreditar realmente que aconteceu, sou como São Tomé, ou isso ou então já não acredito na comunicação social. E com esta história toda nem disse qual o twist de hoje, o tomate do Bárrio não pode ser colhido e como os tomates de Ferreiros já estão madurinhos, é com eles que vão levar hoje (salvo seja).

aptopix-germany-berlin-film-festival-nymphomaniac-red-carpetl

Todos vós já ouviram falar do grande Shia Labeouf correcto? Aquele menino do filme Transformers, e do mais recente Fury, ou para aqueles mais taradões do Nymphomaniac. Esse menino cresceu, e cresceu bem. Já foi preso três vezes sempre por motivos diferentes, já fez alguns blockbusters (como referido em cima), já traiu atrizes conhecidas, já entrou em videoclips de artistas como Sigur Rós e Sia, já nos presenteou com momentos caricatos como aparecer numa passadeira vermelha com um saco na cabeça (imagem em cima), andou metido nas drogas, etc… Shia Labeouf simplesmente faz o que quer e o que bem lhe apetece, sem vergonha e sem arrependimento.

Este é um verdadeiro senhor da Internet, adorado por muitos e criticado por outros tantos. Rob Cantor, um comediante até cantou e produziu uma das melhores musicas que nasceram na Internet onde Shia é um canibal que todos devemos temer.

Nesta mais recente semana e para ajudar uns alunos de uma universidade da qual não me lembro o nome, Shia fez um video inspiracional. Eu pessoalmente fico logo muito motivado após ver o video e consigo trabalhar, consigo ir ao ginásio, consigo fazer uma dieta, consigo tudo (e olhem que não é fácil). Ora vejam:

Sempre que precisarem de motivação já sabem o que ver! O video original tem cerca de 31 minutos, mas este minuto é o mais intenso e o que convence qualquer pessoa a fazer qualquer tarefa. Neste momento ninguém me tira da cabeça que o Jesus apenas precisou de ver este video uma vez, e ao primeiro “just do it” ficou convencido em ir para o Sporting.

Como o Shia filmou com um painel verde e a internet é um local mágico seguem mais três vídeos que prometo que não desiludem.

Até James Franco já reagiu e fez uma versão intitulada de Just Poo it, que também vale a pena! Como conclusão só vos digo uma coisa, Shia is love, shia is life! (os mais eruditos do mundo da internet talvez fiquem enojados e percebam o que envolve tal afirmação).

CapturarEx-Machina

E se a emoção humana for programável? e se as maquinas tiverem alma? um filme a não perder nos cinemas.

Interpretações: 7/10

História: 8/10

Produção: 7/10

Nota Final: 7/10

Adeus, Adeus

Tomate de Ferreiros

A aleatoriedade afinal não tem limites!

Boa tarde, Boa tarde meus seguidores, passaram bem?

Eu sei que ninguém gosta deles pequenos, mas às vezes eles também fazem o serviço, e por vezes, bem melhor que os grandes! (eu não sei por experiência própria, ouvi dizer apenas). Sim, já todos perceberam que estou a falar de curtas metragens, ou como se diz lá fora, short movies. E esta semana que passou trouxe-nos uma das mais brilhantes shorts de que há memória. A história é muito simples, um policia/investigador que é mestre em kung fu e que trabalha sozinho tem que enfrentar uma grande ameaça na cidade dele, o Hitler (um dia normal na vida de um homem que lida com vikings e dinossauros). Este filme têm um estilo muito próprio e conta com uma das histórias mais parvas de que há memória, e isso constrói toda a uma mística que o torna inesquecível. É uma verdadeira ode aos anos 80, aos nerds, aos geeks e a tudo o que de mais parvo existe na nossa sociedade. Um grupo de criativos, através de Crowdfunding, conseguiu tornar realidade este espectacular projecto e nós ficamos maravilhados com o resultado. O projecto teve imenso sucesso e o filme completo foi colocado no youtube. Além de efeitos especiais melhores que alguns filmes do syfy, o filme conta ainda com a importante presença de David Hasselhof que lá no fundo é só uma das mais importantes figuras dos anos 80. E não pensem que este é mais um daqueles filmes de artes marciais que dão na TV num domingo à tarde, isto é muito mais que isso, isto é a cena mais aleatória que viram até hoje! Prometo-vos!

Vejam que não se vão arrepender:

Se desejam short movies mais sérios e mais interessantes também vos arranjo, e algumas de cortar a respiração acreditem. Peçam que eu satisfaço as vossas necessidades. Por falar em short e como isto não é infinito, aqui fica filme da semana.

CapturarShort Term 12

A prova que para ter um grande filme, não é preciso uma grande produção! Uma drama fantástico não próprio para os mais sensíveis.

Interpretações: 9/10

História: 9/10

Produção: 7/10

Nota Final: 8/10

Adeus, Adeus

Tomate de Ferreiros

Um Sincero Pedido de Desculpas

Olá olá

Como estão meus seguidores? Seguidor? Ta tudo mãezinha?

Hoje venho-vos falar de uma pessoa que cada vez gosto mais. Este senhor para além de se estar a revelar um bom ator, consegue ter imensa piada e colocar-me sempre um sorriso na cara. Apesar de parecer uma afirmação muito apaixonada, não, não estou apaixonado pelo Chris Pratt.

Já falei dele a semana passada, quando referi a mega pança que ele tinha, e o hipster Dad Bod que ele foi, hipster sim, porque atualmente é um autêntico sex symbol em que todas as moças querem saltar em cima. Chris Pratt, muito conhecido e adorado pelo seu bom papel em Guardians of the Galaxy, mostrou que há muito para dar no menino de Parks and Recreation (série que por acaso não me cativou muito). O ator que já conta com um currículo aceitável entrou também em séries como O.C. e filmes como Wanted, Zero Dark Thirty e Moneyball, mas com um papel mais secundário. Guardians of the Galaxy e o filme Lego foram em 2014 a rampa de lançamento para este jovem ator. Em Lego apenas dando a voz à personagem principal, em Guardians dando vida a uma das personagens da Marvel que de certeza vai ficar na memória de todos nós. A junção de comédia, com música dos anos 80/90 misturada com a parvalheira introduzida por Star Lord (personagem de Chris Pratt) trazem uma magia inigualável ao filme que faz dele (para mim) o melhor filme do mundo cinematográfico da Marvel.

Chris Pratt vai entrar agora na sequela Jurassic World, da qual sinceramente não espero grande coisa, e acabou há pouco tempo as filmagens de The Magnificent Seven, um remake de um filme de 1960. Correm rumores que poderá participar no 5º filme da saga Indiana Jones e entrar num spin-off de Ghostbusters. Ele é assim um dos atores mais requisitados de Hollywood e felizmente para nós ele é um gajo com piada. Esta semana ele publicou o seguinte texto no facebook:

Capturarc

Aquele momento em que ele com um simples texto consegue criticar e desculpar-se de tudo o que pode vir a fazer/dizer nos próximos tempos. Chris Pratt sabe perfeitamente que vai ser alvo de críticas e ataques quando começar a falar sobre o Jurassic World e por isso ele pede já desculpa e livra-se de todas as (desculpem a expressão) “merdas” que podem vir a acontecer. Aquele uso de parênteses genial para prever o futuro faz-nos gostar mais um pouquinho desta pessoa espetacular. Isto só prova que para se ser genial, é preciso ter classe, é preciso ter tomates e os pés bem assentes na terra.

Eu só estou aqui para falar do que me dá na telha sobre entretenimento por isso, esta semana foi isto que tive para vós dar, vejam o Guardians of the Galaxy outra vez (eu já vi três vezes e não me arrependi de nenhuma, mas eu sou tolinho).

CapturarKingsman: The Secret Service

Vi este filme esta semana e fiquei agradavelmente surpreendido, e por isso para não estar sempre a recomendar filmes que já tem alguns aninhos, vejam este de 2015.

Interpretações: 7/10

História: 7/10

Produção: 8/10

Nota Final: 7/10

Adeus, Adeus

Tomate de Ferreiros

Hipster das panças

Bom dia, bom dia caros leitores

Espero que a semana tenho sido porreira. A minha não foi, os vermelhos foram campeões e eu estou triste. Mas há gente pior, como aquele senhor que levou umas pauladas de um gajo que simplesmente deve achar que só por usar uma farda é o maior. Infelizmente estes “cavalheiros” têm testosterona a mais, e de vez em quando têm que descarregar em alguém. Para azar deles e nossa sorte, a CMTv está em todo o lado, e justiça será feita. Por falar em testosterona, se há algo que Hollywood nos ensinou é que o herói tem sempre músculos e um corpo todo definido. Estes fazem musculação, têm uma alimentação equilibrada e com isso atraem tudo o que é mulher para a sua companhia, e daquelas bonitas, que nos filmes elas não faltam. Mais engraçado ainda é que Hollywood é a prova viva que é possível obter corpos extraordinários em curtos espaços de tempo, que o diga o Christian Bale que se transformava num “monstro” sempre que interpretava Batman ou mesmo o Jake Gyllenhaal que este ano traz o tão aguardado Southpaw (falo a sério, o trailer parece do outro mundo). Esta imagem que temos das estrelas de cinema, dos super-heróis, muda a nossa mentalidade e faz-nos entrar em regimes, dietas e exercícios para conseguirmos ser iguais. Eu como muitos outros adotei um pouco estas modas, e comecei a ir ao ginásio para ganhar corpo e ser um verdadeiro sex symbol aqui da zona.

Mas hoje venho-vos falar de algo mais pessoal, algo que me inquieta. Algo que a certos momentos até me deixa triste. Falo claramente da minha falta de sentido de oportunidade. Vocês não têm noção do quão ridículo é! Parece que faço de propósito para não aproveitar as modas atuais.

Ao que parece, andam aí umas notícias a dizer que agora a moda é o Dad Bod. Esta nova tendência diz, que as mulheres o que querem nos dias de hoje são homens com uma vida bem orientada, sem preocupações, que não restringem o que comem E QUE TÊM O CORPO MEIO DEFORMADO!
Ah pois é meus amigos, ter uma pança é o novo sexy, aquilo que elas querem, o formato que elas não vão dispensar nos próximos tempos. Ora vejam lá a beleza presente no corpo Dad Bod do Leonardo DiCaprio e do Chris Pratt… gostosos eles…

Capturar

E aí vêm os meus problemas, passei uns aninhos a ficar fit, a melhorar a minha imagem e agora o que elas querem é precisamente o que eu já fui? Não consigo acreditar que sou hispter neste assunto! Eu tinha uma pança antes de ser fixe ter uma pança. Vendo o lado bom da coisa, parece que vou ter uma verdadeira desculpa para deixar o ginásio, começar a comer como um abade, ou como um porco e crescer a nível radial. Aliás vou começar já a engordar, vão ser só moças a tirar senha para sair comigo. PLOT TWIST: Não vai acontecer, isto é só uma moda estúpida como já o nosso amigo Tomate de Fraião tinha referido. Eu não sou apreciador de homens, mas tenho olhos na cara e sei ver o quão horrível estes senhores desleixados parecem.
Mas, pelo sim pelo não, vou também continuar a ser feio, isto das modas é muito inseguro e quem sabe se um dia não vou lucrar com isto.

Aqui fica o filmezinho da semana para vos alegrar o dia, daqueles cheios de músculos.

aWarrior
Aquele filme que faz perceber a verdadeira importância da família e dos irmãos. Duas grandes interpretações a fazer jus a uma história brilhante num filme extraordinário.
Interpretações: 9/10
Historia: 9/10
Produção: 8/10
Nota Final: 9/10

Adeus, Adeus

Tomate de Ferreiros

Uma semana deveras complicada…

Boa tarde, Boa tarde

Está semana estou num estado especial. Estou meio morto, e portanto, estou completamente reduzido a 50% tanto nos sentidos como na capacidade de pensamento. Isto de sair dois dias seguidos e beber em ambos já não é pra mim, pareço o Manoel de Oliveira e o seu último filme (“O velho do restelo”); tanto um como o outro estavam uma boa merda e num estado terminal. Se calhar era muito cedo para esta piada, mas já escrevi e não dá para alterar. Não foi tão agressivo como o filme The Hangover, mas foi o suficiente para me deixar muito cansado.

Vá, o que faz um gajo como eu quando está senil e sem nada para fazer? Vê daqueles filmes que não obrigam a pensar, tipo comédias e cenas a explodir e assim. Comecei então o meu domingo com Hot Tube Time Machine 2, já viram? Que sorte, a vossa! É péssimo, as piadas estão todas no trailer. É uma perda de tempo, sinceramente. Para quem viu o primeiro e achou piada, este além de ser mais do mesmo, é ainda mais parvo/fraco. Fez-me lembrar aquela grande obra do Tim Burton, o Dark Shadows, senti vergonha alheia pelo Tim Burton enquanto via o filme. Mas pronto, a culpa é minha, ninguém me mandou ver o filme. Outra cena que vi foi o episódio de Game of Thrones, e para quem não viu *ALERTA SPOILER*. Sou só eu que estou muito feliz com a ausência do paralítico em 5 episódios? O gajo era chato e desinteressante, tenho muita pena que ainda não tenha morrido, sinceramente. Esse e a loira dos dragões, é cada vez mais entediante a gaja, e agora que perdeu o avozinho está-se a armar em má… Só tenho pena que um dragão não fique com fome e lhe coma um braço ou assim, para ela aprender a não ser choca, dantes ainda mostrava as mamas, agora nem isso. *FIM DE SPOILER*

E agora uma daquelas coisas mesmo de gajo. Uma daquelas que nos põe tolos. A verdadeira notícia do mês! Já adivinharam?

goky

Quase que me veio uma lágrima quando soube! Vai ser brutal (espero eu). Dragon ball está de volta ao fim de 20 anos, e vai ser SUPER! Dragon Ball Super foi anunciado após a saída do Dragon Ball Z: Resurrection ‘F’ onde já podemos ver Son Goku com um novo look (já deve ser super guerreiro 23 ou assim). Além de este novo look, Goku encontra também um velho inimigo neste novo filme. A Salada, como grande fonte de conhecimento e do entretenimento, tem informações de ultima hora sobre esta nova temporada de Dragon Ball, por isso ficam mais uma vez avisados. *ALERTA SPOILER* Após grande entrevista feita por mim aos japoneses, podemos concluir com toda a certeza que nesta nova temporada de Dragon Ball, o Krillin morre! Eu sei que é surpresa para todos e que muita gente vai ficar chocada, mas os argumentistas disseram-me e passo a citar: “これは、革新する時間です!それは驚かする時間です!”

Bem eu disse que não ia ter muito para falar, até porque ainda estou em recuperação. Por isso até pra semana e aproveitem as festividades académicas, ou o trabalho, o lá o que andarem a fazer. Desculpem lá o texto pequeno e sem conteúdo, mas não deu para mais. Antes que me esqueça, peguem só o filme da semana.

CapturarControl

A verdadeira história por detrás da vida de Ian Curtis, o vocalista dos míticos Joy Division, que nos apresentaram um dos melhores álbuns de todos os tempos.

Interpretações: 8/10

Historia: 7/10

Produção: 8/10

Nota Final: 8/10

Adeus Adeus

Tomate de Ferreiros

TvTuga

Bom dia, Bom dia!

E esta semana que passou? Que tempo miserável parece que voltamos ao inverno, este frio todo nem dá vontade de uma pessoa sair de casa. É chuva, é frio, é uma tristeza. Até fico deprimido. O que vale é que tenho NOS em casa e tenho praí 160 canais.

Para me animar este fim-de-semana tive direito a um sismo e tudo (que by the way, foi o meu primeiro sismo, uma sensação incrível que repetia se possível). Comecei então a minha longa jornada em busca do programa ideal. Os três canais generalistas foram os primeiros e após 10 minutos intensivos a olhar para as suas programações, apercebi-me que são na verdade uma grande bosta. Ao sábado os canais portugueses até tentam inovar, por exemplo a SIC passa um filme, a TVI passa uma ou duas series, mas na sua generalidade não são para o gosto do público em geral. O resto do fim-de-semana era baseado num conjunto de reality shows, novelas e festas da terrinha. Infelizmente este é o ganha-pão para estes canais, não fossem eles comer o saldo dos telemóveis dos portugueses de hora em hora. O filme que a SIC passou, foi o Avengers, e tudo não passou de uma obra de marketing, mas marketing deste não me incomoda. Antes um filme que um programa de 5 horas nas festas de nossa senhora dos pinheiros em Baixa da Banheira a entrevistar todas as personagens caricatas que existem na terriola (e sem insultar o pessoal desta terra, que acredito que sejam simpáticos e que tenham uma vila muito bonita).

Bem, desisti rápido dos generalistas e embarquei na minha jornada pelos outros 157 canais. Passei pelos canais desportivos, desenhos animados e chego aos canais de séries. Estes até são interessantes, para ver num fim-de-semana. Mas apenas um, porque no próximo eles vão repetir tudo o que já deram no anterior… e apesar de eu até nem ter nada para fazer, cansa ver sempre as mesmas coisas. Mas pronto lá me tentei manter pelo Fox Movies e o Hollywood, mas ambos estavam numa de dar alguns filmes muito antigos ou que eu já tinha visto (first world problem de quem vê muitos filmes) e portanto tive que continuar a procurar pelo meu programa. Sigo então pelo canais de três dígitos em busca de algo que realmente me apetecesse ver… e nada. Corri canais de música, canais de comida, canais chineses, canais de documentários e não houve um que me agradou. Das duas uma, ou eu sou muito exigente ou a televisão hoje em dia não dá nada de jeito, mas de certeza que é a primeira opção.

1

Um aparte, o único que achei interessante e resolvi registar em fotografia estava a dar no canal 264. Infelizmente estava codificado, mas aposto que tinha uma história interessante, com sentido e de nos deixar de lágrima no canto do olho.

Mas pronto, após horas procurando pelo programa perfeito desisti e acabei a ver vídeos dos talk shows americanos. Como eu adorava que as nossas televisões adotassem um programa deste estilo em vez de nos encher a cabeça com reality shows (desculpem a expressão) de merda, festas pimba e novelas com 542 episódios… “Mas tens o 5 para meia noite pah!” Eu sei, mas há algumas coisas que não gosto no programa. Primeiro o apresentador muda todos os dias, e alguns deles não tem piada nenhuma. “Isso és tu aqui na salada de tomates, muda todos os dias e não tens piada nenhuma”. Pois ok, tens razão. Mas falta qualquer coisa.

Outro aparte, eu tenho uma voz que fala na minha cabeça, e é ele que me diz aquelas coisas, há quem diga que são alucinações, eu cá chamo-lhe Carlos e é um grande amigo meu.

Continuando, os programas americanos envolvem muito mais a cultura e o entretenimento, tentando dar um outro lado dos filmes, series, músicas e desportos que fazem sucesso em todo o mundo. Se calhar acabo por gostar mais destes porque os temas são mais interessantes e os convidados influenciam mais a nossa vida, ou talvez pelas piadas mais inteligentes. Não sei, algo me faz gostar mais do formato americano. Mas mesmo assim acho o 5 para meia noite um dos melhores programas que existe na nossa televisão e espero que ele dure muitos anos. Têm é que arranjar forma de tirar a bolinha vermelha e começar a dar mais cedo, de preferência em horário nobre! Acho ainda que a SIC e a TVI podiam investir também num programa desses, a nova geração já não quer novelas nem casas dos segredos! Quer atualidade, entretenimento e diversão, ou pelo menos eu quero, e podiam-me fazer a vontade que eu até sou fofinho e também mereço.

Sem mais demora segue a minha sugestão da semana, um filme divertido e engraçado.

Good Bye Lenine!

Uma comédia dramática sobre a influência do estado comunista russo na vida de alguém que sempre viveu seguindo os seus ideais e de repente acordou sem eles.

Interpretações: 7/10

Historia: 8/10

Produção: 7/10

Nota Final: 7/10

Adeus, Adeus

Tomate de Ferreiros