Uma Rainha Especial

Olá Pessoal,

 

Mais uma semana e mais um tema desinteressante para a coleção. Hoje o tema vai ser uma coisa mais séria. Alguém aqui gosta de política? E a discussão sobre sistemas políticos vigentes na sociedade atual? Pronto, sei que já fugiu toda a gente. Mas uma pergunta importante, alguém aqui apoia a monarquia? Quem acha que uma pessoa, só por ter tido a “sorte” de nascer numa certa família, tem direito a ser chefe de estado de um país? Se alguém acha isso, é só parvo, e acho que tenho dito a minha opinião sobre a monarquia.

Mas não é para bater nos monárquicos que estou aqui hoje, mas pode ser que fale disso num futuro próximo, até porque temos a melhor família real de sempre. Quem não conhece os morenos D. Duarte Pio e a Isabel Herédia, com os seus três filhos muito loirinhos? Eu estudei Biologia, e sei que é provável isto acontecer, mas também estudei Matemática, e sei que as probabilidades são bastante baixas. Já alguém tentou ver se o carteiro lá da zona não é loiro? Se calhar sou eu que vejo muito Game of Thrones, mas alguma coisa é estranha nisto tudo.

Além da Família Real Portuguesa temos também no Reino Unido a Rainha Isabel II, por muitos descrita como uma das pessoas mais poderosas do mundo. Esta velhota simpática não é só rainha do Reino Unido, mas também Chefe de Estado de uma grande parte dos países da Commonwealth (que para quem não sabe, são para mais de muitos). Mas para me deixar destas chatices de politiquices, reinos e países, vamos lá ao que interessa. É que esta senhora, além do poder semelhante a qualquer Chefe de Estado, tem outros muito mais interessantes. Por exemplo, se estiverem a passear no Reino Unido e encontrarem um cisne que não esteja marcado, sabem a quem pertence? Exatamente o que estão a pensar, à Sra. Dona Isabel. Acho que isto faz todo o sentido e estou a imaginar um dia destes, quando começar uma revolução, a Rainha chamar todos os seus cisnes e começa a dar uma abada em toda a gente, e para quem pensa que é uma ideia parva, olhem que os cisnes até podem magoar. Mas os cisnes não são os únicos animais a que a Rainha tem direito, porque todos os esturjões, golfinhos e baleias encontrados nas águas britânicas são também propriedade desta senhora (alguém se lembrou de dizer que são peixes reais, o que quer que isso queira dizer). E para quem acha que esta é daquelas leis que acaba por não ter repercussões reais, bem que se engane, porque há uns anos um pescador apanhou um esturjão e por não o ter oferecido à Rainha primeiro, podia ter apanhado 6 meses na cadeia (pouca coisa portanto). Vamos lá ver, se um dia um rei maluquinho for para o trono naquele país, corremos o risco de andar com exércitos de baleias, golfinhos e cisnes. Algo me diz que o AquaMan vai ser o primeiro super-herói a existir na realidade, será britânico e terá uma coroa na cabeça.

Mas não é só nos animais que os poderes da rainha atingem. Sabiam que ela não precisa de carta de condução para guiar? Pronto, provavelmente ela raramente guia, por isso não haverá grande problema em relação a isso, mas o melhor é a explicação. Basicamente, como todas as cartas são emitidas pela própria Rainha, então ela não precisa de ter uma. Sim, exatamente isso que leram. Por este critério pode-se dizer que o Presidente do Banco Central Europeu não precisa de ter notas com ele porque é ele que as emite e as “assina”. Se for verdade, vai ser o meu novo objetivo de vida, e tendo em conta a “bosta” que eles fazem por lá, não deve ser difícil chegar a esse cargo. Além disso, alguém sabe quando a Rainha faz anos? Aposto que não, mas além disso, acho que nem os seus súbditos sabem, já que depois de toda uma grande pesquisa, aqui o vosso tomate sempre informado descobriu que a Senhora Isabel nasceu dia 21 de abril, mas é celebrado em dias diferentes em cada país. Assim, a Rainha, além de ter todas as regalias por ser rainha, ainda pode festejar o aniversário uma dúzia de vezes por ano. Quem não gostava de receber prendas durante vários dias e de vários países diferentes? Eu não me importava nada, e se me pagassem a viagem é que era. Vou falar com os meus amigos e cada um deles vai festejar o meu aniversário num dia diferente, em que tem que incluir pelo menos um jantar pago por eles. Das duas uma, ou só tenho amigos deficientes que vão aceitar esta hipótese, ou então mandam-me dar uma curva. Infelizmente acho que vai ser a última, mas não custa tentar.

Bem meus queridos, por hoje me despeço e vemo-nos para a semana com um texto mais fresquinho que um tomate acabado de colher.

El-Rei Tomate de Fraião

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s