Salada de Smartwatches…

Caros Leitores,

No rescaldo da semana em que o Apple Watch ficou à venda (em algumas partes do mundo) gostaria de falar um pouco sobre Smartwatches e aquilo que podem implicar na nossa vida.

Aquele que considero o primeiro projeto a sério deste tipo de dispositivo foi o Pebble. Em 2012 bateu todos os records do Kickstarter, mostrando que já na altura eram dispositivos muito desejados. Com o seu ecrã e-inc a preto e branco com autonomia de dias. Apesar de inicialmente apenas ser um “mostrador” das notificações do smartphone, mais tarde permitiu a instalação de aplicações. Entretanto a Pebble já lançou a versão Steel, e recentemente regressou às origens no Kickstarter com o Peeble Time com ecrã a cores.

No mundo Android temos o Android Wear em vários fornecedores, desde o bonito moto 360, da Motorola aos LG Gear e aos Samsung Gear Live. Esta plataforma tem como principal caracteristica a apresentação de notificações e interações rápidas com aplicações, mas destaca-se de outras, devido às capacidades preditivas no Google Now que mostra a informação que julga necessária ao utilizador no momento certo. A sua capacidade de receber comandos de voz também é um dos seus pontos fortes.

O Apple Watch segundo as últimas reviews é uma plataforma onde para além de notificações é possivel a utilização de aplicações e comandos de voz, à imagem do Android Wear, e destaca-se pela integração com o iPhone. No entanto tem sido destacada como um fashion device.

De forma resumida são estas as 3 principais plataformas no mundo do Smartwatch (não considero que os dispositivos da Samsung com Tizen tenham grande futuro, principalmente pela falta de interesse dos developers, mas posso estar enganado!), não me quero estar a debruçar demasiado sobre a capacidades de cada uma delas, para isso já existem muitas reviews por essa internet fora.

A minha grande questão é até que ponto a tecnologia se está a sobrepor à nossa vida? Se hoje em dia já passamos horas a olhar para o nosso smartphone, não iremos passar agora horas a olhar para o nosso pulso? Queremos estar a ser sempre interrompidos com notificações?… Penso que temos que impreterivelmente evoluir no sentido de sermos interrompidos apenas nos momentos certos com a informação certa. Só assim a tecnologia nos permitirá ajudar a viver a nossa vida. Quero um Smartwatch que não me interrompa com emails do trabalho em momentos de lazer, que não me interrompa a cada pedido de amizade numa qualquer rede social, quero que quando entro no aeroporto antes de uma viagem me mostre a porta para a qual me devo dirigir e informação do horário do voo, quando estou junto a um terminal de pagamento me permita pagar a partir dele sem ter que ir a minha carteira, me avise que tenho que sair de casa naquele momento porque existe transito e só assim chegarei a tempo de um jantar com os amigos. São este tipo de coisas que hoje em dia já vamos começando a ter mas ainda não chegamos ao ponto. Precisamos de mais informação contextual e menos constante interrupção. Mas quando chegarmos a esse ponto, penso que até iremos usar menos os Smartphones e Smartwatches porque saberemos que quando existir algum acontecimentos que exige a nossa atenção iremos ser avisados desse facto. É esse o mundo que eu quero viver, onde a tecnologia nos ajuda a viver a nossa vida.

Até uma próxima,

Tomate da Lixa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s