O dia do pai – a verdade dura, crua e nua

Tomateiros, Tomateiras!

Março acabou de acabar (ai) e hoje trago-vos um assunto que me deixa arreliado todos os meses de março:

O DIA DO PAI

Sim, mas não pensem que sou um ser insensível, e que penso que o dia do pai é uma estupidez e mais um pretexto para esvaziarmos as nossas carteiras. Bem, na realidade há muita gente que a esvazia, mas a culpa é dessa gente que não sabe homenagear o seu próprio pai sem estourar um salário mínimo deste país (e que por acaso são uns trocos…).

Mas o que interesse é que acho muito bem que exista o dia do pai. Mas isto de ser celebrado a 19 de março… “alto e pára o baile”, “dá um tempo aí cara”!

Dia 19 de março é dia de São José e por isso é que é o dia do pai em Portugal. Mas isto está errado. O dia 19 de março devia ser dia do padrasto! Afinal José não pôs sementinha nenhuma na Virgem Maria! Estão de acordo comigo?

“Ah e tal, pai é quem cria e quem nós seguimos e ouvimos os conselhos da vida…” Concordo e só estão a dar-me razão. O homem passou 40 dias no deserto, em jejum, porque o seu Pai assim o conduziu.

Aliás, e vem bomba, a figura paternal de São José é um bocado deixada de lado no livro que conta a história da Humanidade, e quem assume o papel de pai da criança não é ele. Então porque raio todos os pais devem ser homenageados justamente neste dia? Parece-me uma ótima oportunidade para homenagear os padrastos. Eles também merecem. Eles também limpam fraldas, assistem às peças de teatro da escolinha e pagam as vossas bebedeiras na universidade.

E tenho mais um par de argumentos, não tão fortes obviamente:

Primeiro: há muita gente que diz por aí e assinala o mês de março como o mês da mulher. Nem comento.

Segundo: o dia da mãe é no primeiro (Portugal) ou segundo (Brasil) domingo de maio, o que faz com que o dia da mãe seja sempre comemorado com grande folia, almoços e pequeniques, família e amigos, com vinhaça, concertinas e bolinhos de bacalhau (que sobram sempre porque toda a gente come primeiro os rissóis e os croquetes). Enquanto que o dia do pai, quase sempre, calha num dia de semana. Sacanagem! Que chunguisse!

No Brasil a situação é ainda pior. O dia do pai é comemorado no segundo domingo de agosto. Pelo menos é sempre ao domingo, um ponto positivo. Segundo a minha pesquisa super profunda e fidedigna (wikipédia) é o único país do mundo que comemora nesta data. Mas não ficamos por aqui, o jornalista brasileiro que implementou o dia do pai teve como objetivo incentivar vendas no comércio com esta celebração. Oi?! E a história de não torrar o dinheiro todo? Enfim… E há mais. Quando este dia foi implementado no Brasil, em 1953, este domingo foi escolhido por ser dia 16 de agosto: dia de São Joaquim. E este santo é, nada mais nada menos, que avô de Jesus. Avô paterno? “Claro”, estão a pensar alguns de vocês que não conhecem assim tão bem a árvore geneológica de Jesus (que ao meu ver é bem complicada, com padrastos, e ele é o próprio pai e o pai é ele, e depois há o anjo Gabriel e Maria Madalena que nem sei se é esposa, amiga colorida, prima, “fã de carteirinha” ou lá o que é). Errados! São Joaquim é pai de Maria. O avô materno de Jesus. Nem aqui São José ficou com os créditos… Aliás, quem era pai de São José? Após outra pesquisa árdua, descobri que nem se sabe direito quem é… Mas que confusão! Mateus escreveu que era Jacó, já Lucas disse que era Eli. Dois pais! Espetáculo! Moderno!

E estão vocês a pensar: “Óh seu tomate peludo e mal cheiroso, só sabes criticar e criticar! E sugerir um dia do pai?” Ora bem, ao domingo dava jeito, e por mim pode ser num domingo qualquer, desde que bata certo com o que disse até aqui, que tenha um verdadeiro fundamento e passe neste meu filtro cerrado.

Esta é a minha opinião.

Je suis Salada de Tomates.

/*
*
* COVER DA SEMANA
*
*/

Um dos meus covers preferidos! Este senhor, Richard Cheese, transforma grandes hits do pop e do rock em deliciosos swings. O resultado é hilariante 🙂

“Father, father, father, father
Father into your hands, I commend my spirit
Father into your hands
why have you forsaken me”

Acordes/Cifras: http://tabs.ultimate-guitar.com/r/richard_cheese/chop_suey_crd.htm
(se tiverem dúvidas comentem)

Site oficial: http://www.richardcheese.com

/****************/

Não coma só tomates, coma também banana e até para a semana!

Tomate de Niterói

Anúncios

3 thoughts on “O dia do pai – a verdade dura, crua e nua

  1. Olha lá oh tomate barbudo, e meteres antes a pauta pro piano, praqui a moça conseguir aprender alguma coisa?
    Não?
    Pronto. Tá bem 😦

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s